Project 46

0
1614

Do tributo ao voo solo

A banda paulistana Project46 começou como tantas outras bandas do mundo, celebrando as principais referências musicais dos seus membros, no caso, a consagrada banda norte-americana Slipknot. Certamente você conhece um punhado de bandas assim em sua cidade, não é mesmo?

Eventualmente algumas dessas bandas tomam um rumo autoral e na base de trabalho e talento começam a se pronunciar e destacar na cena local e, posteriormente, nacional e internacional. É o caso do Project46.

Ainda em 2008 a banda iniciou sua trajetória com o nome de Kroach, banda tributo ao Slipknot. Mais tarde a alcunha do grupo mudaria para o atual Project46, nome que também paga tributo ao Slipknot ao homenagear os membros #4 e #6 da banda Estadunidense.

Não demorou para a banda ingressar no caminho autoral, e já em 2009 foi lançado de forma independente o EP If You Want Your Survival Sign Wake up Tomorrow. Também de forma independente foi lançado o primeiro álbum da banda, o Doa a quem doer, de 2011.

Em 2012, após os primeiros anos de trabalho duro e com os primeiros voos autorais já cristalizados, a banda vai ao Chile para o Maquinaria Festival, onde se apresenta ao lado de nomes basilares do metal mundial, como Cavalera Conspiracy e Slayer.

É sempre legal ver uma banda crescer e aos poucos tomar os palcos de importantes festivais. Se você é um fã de metal brasileiro, principalmente de Sampa, deve ficar feliz com os passos que o Project46 vem dando.

Em 2013 a banda foi a única brasileira a se apresentar no primeiro dia de shows do Monsters of Rock, em São Paulo, abrindo o palco para Korn e Slipknot, a antiga banda à qual eram tributo alguns anos antes. Em seguida, já em 2016, abriram o palco sunset do prestigiado Rock in Rio 2015 e no ano seguinte marcaram presença no Maximus Festival.

Metal Moderno e Profissionalismo

O início do Project46 como banda tributo ao Slipknot é um forte indicativo do tipo de som que a banda faz e, é claro, sempre com a incorporação de elementos próprios de seus membros. Como a própria banda explica aos fãs em sua página oficial no facebook (conheça aqui!): “Os guitarristas Jean Patton e Vini Castellari fazem ferozes e modernos riffs de metal, combinado com os vocais explosivos do vocalista Caio MacBeserra, arredondados pelas grossas e vibrantes linhas de baixo de Baffo Neto somados com a violenta e implacável bateria de Betto Cardoso, que incorpora os ritmos tradicionais brasileiros em seu estilo de bateria de metal.”

Os trabalhos produzidos até agora seguem à risca a descrição da banda. Com uma forte pegada política nas letras, a música da banda incorpora um forte apego local à essência do grupo e ao mesmo tempo busca a internacionalização de suas produções. Destaca-se os ótimos vídeos e video clips produzidos e disponibilizados pela banda em seu canal oficial no youtube (confira aqui!).